Soluções Brasileiras Para O Combate Da Covid-19

Metas a cumprir, cobrança dos superiores, prazos enxutos, concorrência e entrega constantes são algumas das etapas que fazem parte da rotina profissional. Com a pandemia, muitos precisaram somar esses itens com as tarefas do lar, cuidados com a casa e rotina com os filhos e outros moradores, demandando, ainda mais, uma habilidade importante: saber trabalhar sob pressão.

Nesse cenário, cada vez mais, as empresas buscam por profissionais que consigam demonstrar resultados, mesmo nas condições atuais. Além de equilibradas, as instituições desejam que as equipes sejam compostas por pessoas com perfis resilientes, conciliadores e flexíveis, mas sem perder o foco nos resultados.

Segundo especialistas, é necessário encarar a pressão como uma oportunidade para se desenvolver, tanto emocional quanto profissionalmente, mas por conta dos diversos perfis e habilidades, na prática, cada profissional lida de uma maneira diferente com situações que envolvem pressão.

A verdade é que ninguém tem seu melhor desempenho nessas circunstâncias, mesmo as bem-sucedidas. Afinal, nesses momentos, os pensamentos são extremamente rápidos, podendo deixar o que há de mais importante e essencial de lado.

O estresse, apesar de sempre associado a situações de dificuldade ou algo negativo, pode ter pontos positivos. Segundo a neurociência, esses momentos “estressores” podem ser incômodos, mas podem ter suas vantagens, podendo ser uma oportunidade para testar seus limites e aprimorar ou desenvolver competências e habilidades.

De acordo com o psicólogo Arthur Markman, da Universidade do Texas, desconsiderando as pré-disposições pessoais, é possível treinar o cérebro para lidar melhor com as situações de pressão.

Entre algumas obras sobre o tema, o livro “Agindo sob pressão: a ciência de fazer o seu melhor quando mais Importa”, de Hendrie Weisinger e J.P. Pawlinw-Fry, aponta que a grande diferença entre os profissionais de sucesso e os outros é que eles sabem atenuar os efeitos negativos que essas situações trazem.

Com base no livro, o site da Época Negócios separou importantes dicas da obra e, nós, selecionamos as 8 essenciais para te ajudar a agir sob pressão. Confira:

 

1 – Imagine que o momento é um desafio divertido

“Enxergar a pressão como uma ameaça diminui a sua confiança e ativa o medo. Sua memória, atenção e julgamento ficam prejudicados”, dizem os autores do livro. A solução? Enxergar a pressão como um desafio.

Segundo eles, ao agir dessa forma, a situação deixa de ser apenas trabalho e passa a ser uma oportunidade para fazer e mostrar o seu melhor.

 

2 – Não pense no resultado

Desenvolver uma visão de “túnel”, focando no processo e não no resultado em si. Dessa forma, você evita pensar no que pode não dar certo, e só se concentra em como conseguir dar cada passo.

 

3 – Segundas chances podem acontecer

Segundo os autores, é importante imaginar que sempre haverá uma segunda chance. Pensar que algumas oportunidades na vida são únicas é bastante destrutivo. Isso aumenta o sentimento de risco e perda, para melhorar o seu desempenho.

 

4 – Diferente do que a maioria diz, pensar no “e se” pode ajudar!

As possibilidades do “e se” podem proteger do aumento da pressão ao possibilitar que você se prepare para isso, ficando menos assustados para os imprevistos.

 

5 – Tudo sob controle

Em uma entrevista de emprego, por exemplo, concentre-se no seu desempenho, em vez de pensar em outros candidatos, pois quando o foco está nos fatores “incontroláveis”, a ansiedade aumenta.

 

6 – Pense nas situações de sucesso

Segundo os autores, lembrar do que você já fez que deu certo pode aumentar a segurança e convicção. Lembrar do seu sucesso no passado inflama a confiança, ressaltaram os autores.

 

7 – Na prática

Normalmente as pessoas tendem a evitar situações de pressão, mas quanto mais você estiver exposto a esses momentos, menos irá ficar desconfortável quando eles chegarem e a pressão terá menos impacto.

 

8 – Positividade  

Pessoas que mantêm um pensamento positivo antes e durante situações de pressão se dão melhor. Acreditar que tudo vai dar certo no final evita preocupações e, portanto, distrações durante o processo de pressão.

Lembre-se, ao passar por fases de grande pressão, não aja no calor do momento. Respire fundo, analise a situação e mantenha a calma!

 

IBE Conveniada FGV

Your compare list

Compare
REMOVER TODOS
COMPARE
0