Lígia Molina

A professora Lígia Molina da IBE Conveniada FGV fala sobre o momento de pandemia e a gestão de equipes.

O evento que fez parte da Jornada ao Futuro dos Negócios, campanha de aprendizado promovida pela IBE Conveniada FGV, aconteceu na última quinta-feira (26), às 10h. Na ocasião, a professora de Gestão de Pessoas e Planejamento Estratégico, Ligia Molina, debateu o momento atual e aproveitou para dar algumas dicas aos ouvintes.

Entre o desenvolvimento do conteúdo tratado durante o restante da Jornada, Ligia explicou a necessidade de controle emocional em momentos de dificuldade. “Sem uma boa inteligência emocional, não conseguimos desenvolver nada. Nem produzir e nem organizar tarefas” ressaltou.

“Não foi fácil o processo de migrar para o home office no primeiro momento – eram muitas as dificuldades. Mas agora, não parece tudo mais fácil?”, pontuou a professora, que completou “A gente se acostuma a tudo. E tem um lado bom nisso que aconteceu”.

Os temas abordados no evento permeiam o mundo de gestão empresarial como um todo. Ligia falou sobre gestão das equipes em momentos delicados como a pandemia, utilizando o acrônimo VUCA – Volatilidade, Instabilidade, Complexidade e Ambiguidade – termo criado no contexto de Guerra do Iraque e apropriado durante a crise de 2008 para descrever situações complicadas, com muitas vertentes e muitas informações.

“Importa que você avalie todos os cenários. O que era feito antes, talvez não valha a pena agora”, ressaltou a especialista e coach de carreiras ao exemplificar decisões que precisam ser tomadas hoje.

Para trazer aos presentes um momento de reflexão e finalizar a palestra, Ligia leu o texto “A Triste Geração que Virou Escrava da Própria Carreira”, de Ruth Manus, que é advogada e professora universitária.

O evento está disponível na íntegra para quem quiser assistir. Basta visitar o link.

Your compare list

Compare
REMOVER TODOS
COMPARE
0