Começou O Prazo De Declaração Do Imposto De Renda 2021: Veja Informações Importantes

Na última segunda-feira (1), começou a temporada de declaração de Imposto de Renda Pessoa Física 2021, referente ao ano-calendário de 2020.

prazo de entrega do IR 2021 será das 8h do dia 1° de março até as 23h59 de 30 de abril (horário de Brasília). O programa da Receita Federal já está disponível para download em smartphones, tablets e computadores.

Neste ano, entre as pessoas que precisam entregar a declaração estão o contribuinte que recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 em 2020; recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte de mais de R$ 40 mil; tinha patrimônio de mais de R$ 300 mil em 31 de dezembro de 2021; fez operações na Bolsa; ou optou pela isenção do imposto cobrado sobre o ganho na venda de imóvel, ao usar o valor obtido para comprar outro imóvel em até 180 dias após a venda (veja as regras de obrigatoriedade de entrega da declaração em detalhes).

No final do mês de fevereiro foi encerrado o prazo para as empresas entregarem a Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (DIRF).

Nesse período é comum pessoas mal intencionadas encaminharem mensagens eletrônicas com links falsos sobre o Imposto de Renda e sobre o Informe de Rendimentos, portanto, desconfie de qualquer mensagem que receber com conteúdo relacionado às suas finanças.

Todas as empresas que pagaram qualquer quantia em qualquer operação em que houve tributação direto na fonte, a exemplo de pagamento a empregado, distribuição de lucros, pensão alimentícia, previdência, valores enviados ao exterior, pagamentos a empresas, dentre outros, tiveram a obrigação de entregar a DIRF.

Ela permite que a Receita Federal cruze as informações com a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) e identifique possíveis fraudes.

Findado o prazo para a entrega da DIRF, inicia-se o prazo para a entrega da Declaração do IRPF, que vai de 1º de março até o dia 30 de abril de 2021.

No ano passado, esse prazo foi adiado em função da pandemia do COVID-19, mas para 2021, a Receita Federal deve obedecer ao calendário original.

São obrigados a declarar o IRPF aqueles que receberam em 2020 mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis (salário, férias, hora extra, benefícios do INSS, pensão, rendimento de investimentos e de alugueis), quem recebeu auxílio emergencial em qualquer valor, aqueles que receberam mais de R$ 40.000,00 em rendimentos isentos e aqueles que até o final do ano passado obtiveram veículo, imóvel ou outros bens acima de R$ 300.000,00 (somados os valores dos bens).

É preciso ficar atento, pois na ficha de Bens e Direitos foram criados campos para informação de criptoativos.

Existem outras regras e é preciso consultar o sistema da Receita Federal para identificar se você é obrigado ou não a declarar o IR.

O governo espera receber 33 milhões de declarações, totalizando aproximadamente 20 bilhões de reais em tributos.

Como as empresas já entregaram a DIRF é possível solicitar o Informe de Rendimentos.

Os bancos e as corretoras de valores já disponibilizaram o Informe de Rendimentos para download. Caso não tenha recebido, acesse as informações diretamente na plataforma do operador financeiro.

Nesse período é comum pessoas mal intencionadas encaminharem mensagens eletrônicas com links falsos sobre o Imposto de Renda e sobre o Informe de Rendimentos, portanto, desconfie de qualquer mensagem que receber com conteúdo relacionado às suas finanças.

Importante dizer que já está disponível a versão 8.01 do aplicativo de celular Meu Imposto de Renda, disponibilizado pelo Governo do Brasil, tanto para o sistema Android como para iOS.

Por meio dele é possível preencher e entregar a declaração, receber alertas sobre a situação da sua declaração, consultar pendências e tirar dúvidas acessando um banco de perguntas e respostas.

Não poderão utilizar o aplicativo aquelas pessoas que tenham recebido rendimentos acima de 5 milhões de reais, quem recebeu valores provenientes do exterior e quem tenha recebido rendimento correspondente a lucro em venda de imóvel residencial para aquisição de outro imóvel.

Para 2021, a Receita Federal pretende restituir o Imposto de Renda em cinco lotes, o primeiro em 31 de maio, destinado às pessoas acima de 60 anos, portadores de doenças graves e professores.

O 2º lote deverá ser pago em 30 de junho e o 5º e último lote em 30 de setembro, sendo pago por ordem de chegada, portanto, quanto antes o contribuinte entregar a sua declaração, maior a probabilidade de ser restituído nos primeiros lotes.

 

Com informações de:
Eli Borochovicius
Eli Borochovicius é administrador, Doutor e Mestre em Educação pela PUC-Campinas, com estágio doutoral na Macquarie University, Austrália. Possui MBA pela FGV/Babson College (Estados Unidos) em Gestão e Pós-Graduação na USP em Política e Estratégia. É fundador e professor da moola Educação Financeira, docente de finanças na PUC-Campinas e participa semanalmente do quadro Descomplicando a Economia da Rádio Brasil Campinas

 

Fonte: Infomoney

Your compare list

Compare
REMOVER TODOS
COMPARE
0