COMEX

Todo ano começa com boas expectativas, e certamente na área de comércio exterior não é diferente. Contudo, em 2020 nos deparamos com uma das piores crises mundiais dos tempos modernos: a pandemia de COVID-19. Repentinamente, a economia mundial foi afetada e, como consequência, a oferta de mão de obra reduziu e as cadeias globais de valor ruíram.

Entretanto, mesmo que as atividades econômicas enfrentem um mar revolto de incertezas, tonando nebulosos os cenários futuros, alguns aspectos se sobressaem, podendo acalmar o bravo mar ou afundar de vez a embarcação. Sabemos que não é a primeira tempestade que enfrentamos, mas com certeza é uma das piores.

Há pouco tempo, o IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), publicou um estudo que prediz a desaceleração do comércio internacional, levando as exportações brasileiras a uma retração de 11% a 20% em 2020. Entretanto, o mesmo relatório também apresenta cenários mais otimistas, baseando-se em um documento produzido pela OMC (Organização Mundial do Comércio), onde gera diversas simulações das consequências da pandemia sobre o comércio global.

Neste cenário otimista, as exportações teriam uma queda de 17,7% em 2020, havendo um recuo de US$ 185,4 bilhões. No biênio 2020-2021, a perda acumulada chegaria a US$ 9 bilhões, sendo que a quantidade total exportada ficaria próximo ao número de 2017.

Em toda sua existência, a balança comercial vive de altos e baixos: uma hora a importação tem a vantagem; em outra hora a exportação é quem dita os números. Portanto, o empresário precisa estar sempre atento a essa “gangorra” dos dois mercados, buscando novas soluções, produtos e tecnologia inovadora em outros países, ou até mesmo adaptando e reestruturando sua cadeia de suprimentos.

É bom lembrar que o Brasil não cessou o comércio exterior durante a crise. Este cenário só foi possível devido ao investimento massivo em sistemas e tecnologia nos últimos anos em nosso país e na alfândega, possibilitando que muitas atividades sejam feitas de maneira remota.

Em 2021, também segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, as exportações terão um crescimento na faixa de 10% a 15%. Monetariamente, isso ficaria em torno de US$ 200 bilhões e US$ 230, dependo do valor que for alcançado em 2020. Já nas importações, os diferentes métodos e cenários, predizem um crescimento entre 10% e 20%, o que monetariamente ficara em torno de US$ 154 bilhões e US$ 168 bilhões.

Após a crise sanitária motivada pelo novo COVID-19, é bem provável que a economia global encare um ambiente mais hostil no comércio internacional, tendendo a impor diversas restrições aos fluxos comerciais e ao investimento direto estrangeiro. Mesmo assim, as oportunidades irão aparecer e, para aproveitá-las, é necessário estar preparado.

Acompanhe as movimentações do mercado. Busque sempre aprender e esteja preparado a passar pelos processos que são necessários para moldar seu negócio na adversidade e deixa-los capaz de fazer uma retomada. Se aproxime de seus clientes neste momento difícil e não se esqueça dos seus fornecedores. Quantos mais próximos você estiver desses elos de sua cadeia de suprimento, mais sua empresa estará pronta para um recomeço.

Em momentos de incertezas e mudanças inesperadas, o conhecimento se apresenta como um farol que orienta as decisões e minimiza as perdas. E para se preparar nesse cenário, nada melhor do que buscar conhecimento em uma instituição renomada com professores altamente qualificados e com vivência comprovada no setor. Para isso, a IBE FGV oferece os melhores MBAs do mercado, capazes de te munir com os recursos necessários para vencer os desafios do futuro.

Na área de comércio exterior a IBE oferece os seguintes MBAs:

 

MBA em Gestão do Comércio Exterior e Negócios Internacionais

MBA em Logística e Supply Chain Management

Ambos os cursos estão no formato MBA Live. Através dele, você pode contar com a qualidade e tradição do ensino FGV no conforto e segurança do seu lar.

Por se constituir de aulas ao vivo, via webconferência, o MBA Live preserva a interação professor-aluno, além do networking entre os participantes do curso, de forma a alcançar todos os benefícios de um MBA presencial.

Não deixe essa oportunidade passar e entre em contato hoje com um dos nossos consultores e se surpreenda com tudo aquilo que você pode alcançar. Investir em você é investir em um futuro melhor, mesmo que ele seja incerto.

Your compare list

Compare
REMOVER TODOS
COMPARE
0