Bull Market: O Que é E Como Aproveitá-lo?

Se você está iniciando no mundo financeiro e na bolsa de valores, provavelmente já ouviu falar de dois animais famosos: o touro (bull) e o urso (bear).

Esses animais representam duas tendências de mercado: o bull market, mercado do touro, é o marcado em tendência de alta, enquanto o mercado do urso, bear market, é o mercado em tendência de baixa. Segundo Richard S. Tedlow, essas expressões refletem como esses animais atacam suas presas. Enquanto touro ataca num movimento de baixo para cima, o urso ataca de cima para baixo.

Neste artigo, não abordaremos o bull market e o bear market em conjunto. Nos inspirando em um dos principais símbolos de Wall Street, em Nova York – o charging bull – nos concentraremos no primeiro tipo de mercado, buscando entender mais a fundo sua definição e como podemos tirar vantagens financeiras dessa tendência.

Confira!

O que é o bull market?

Bull market é a condição de um mercado financeiro em que os preços estão subindo ou se espera que subam. O termo “bull market” é mais frequentemente usado para se referir à bolsa de valores, mas pode ser aplicado a qualquer coisa que seja negociada, como títulos, fundos imobiliários, moedas e commodities.

Como os preços das ações caem e sobem de forma contínua durante a negociação, o termo “bull market” é normalmente reservado para períodos prolongados nos quais uma grande parte dos preços das ações está subindo. Eles tendem a durar meses ou até anos.

Para a expectativa de um mercado em alta, foi cunhado o adjetivo bullish.

Compreendendo os bull markets

Os bull markets são caracterizados pelo otimismo, confiança e expectativa dos investidores de que os resultados sólidos devem continuar por um longo período de tempo. É difícil prever de forma consistente quando as tendências do mercado podem mudar. Parte da dificuldade é que os efeitos psicológicos e a especulação podem às vezes desempenhar um grande papel nos mercados.

Não existe uma métrica específica e universal usada para identificar um mercado em alta. No entanto, talvez a definição mais comum, seja uma situação em que os preços das ações aumentam 20%, geralmente após duas quedas de 20% cada.

Como os mercados em alta são difíceis de prever, os analistas normalmente só conseguem reconhecer esse fenômeno depois que ele acontece. Um mercado em alta notável na história recente foi o período entre 2003 e 2007. Durante esse tempo, o S&P 500 aumentou significantemente após um declínio anterior; com o início da crise financeira de 2008, grandes quedas ocorreram novamente após a alta do mercado.

Características de um bull market

Os bull markets geralmente ocorrem quando a economia está se fortalecendo ou já está forte. Eles tendem a acontecer em conjunto com um forte Produto Interno Bruto (PIB) e uma queda no desemprego e, muitas vezes, coincidem com um aumento nos lucros das empresas.

A confiança dos investidores também tende a subir durante um período de alta do mercado. A demanda geral por ações será positiva, junto com o tom geral do mercado. Além disso, haverá um aumento geral na quantidade de atividade de IPO durante os mercados em alta.

Notavelmente, alguns dos fatores acima são mais facilmente quantificáveis ​​do que outros. Embora os lucros corporativos e o desemprego sejam quantificáveis, pode ser mais difícil avaliar o tom geral dos comentários do mercado, por exemplo.

A oferta e a demanda por ações serão dinâmicas: a oferta será fraca enquanto a demanda será forte. Os investidores estarão ansiosos para comprar ações, enquanto poucos estarão dispostos a vendê-los. Em um mercado altista, os investidores estão mais dispostos a participar da bolsa de valores para obter lucros.

Como aproveitar as vantagens de um bull market

Os investidores que desejam se beneficiar de um mercado em alta devem comprar cedo, a fim de aproveitar a alta dos preços e vendê-los quando atingirem seu pico. Embora seja difícil determinar quando o fundo e o pico ocorrerão, a maioria das perdas será mínima e geralmente temporária.

Abaixo, exploraremos várias estratégias proeminentes que os investidores utilizam durante os períodos de alta do mercado. No entanto, como é difícil avaliar o estado do mercado como ele existe atualmente, essas estratégias envolvem algum grau de risco.

  • Buy and Hold 

Uma das estratégias mais básicas de investimento é o processo de comprar uma determinada ação e mantê-la para vendê-la em uma data posterior. Essa estratégia envolve necessariamente a confiança por parte do investidor: por que segurar uma ação a menos que você espere que seu preço suba? Por esse motivo, o otimismo que acompanha os mercados em alta ajuda a alimentar a abordagem de buy and hold.

  • Buy and Hold Aumentado 

O aumento do buy and hold é uma variação da estratégia acima e envolve risco adicional. A premissa por trás da abordagem de buy and hold aumentado é que um investidor continuará a aumentar suas participações em uma determinada ação, enquanto o preço continuar a aumentar. Um método comum para aumentar as participações sugere que um investidor comprará uma quantidade fixa adicional de ações para cada aumento no preço das ações de um montante predefinido.

  • Compra no Pullback 

Um pullback é um breve período em que a tendência geral do preço de um título é revertida. Mesmo durante uma alta do mercado, é improvável que os preços das ações só subam. Em vez disso, é provável que haja períodos de tempo mais curtos em que também ocorrem pequenas quedas, mesmo que a tendência geral continue de alta.

Alguns investidores observam retrações dentro de um mercado em alta e procuram comprar durante esses períodos. O pensamento por trás dessa estratégia é que, presumindo-se que o mercado em alta continue, o preço do título em questão voltará a subir rapidamente, fornecendo retroativamente ao investidor um preço de compra com desconto.

  • Full Swing Trading

Talvez a maneira mais agressiva de tentar capitalizar em um bull market seja o processo conhecido como full swing trading. Os investidores que utilizam essa estratégia assumirão papéis muito ativos, usando vendas a descoberto e outras técnicas para tentar extrair o máximo de ganhos à medida que as mudanças ocorrem no contexto de um mercado altista maior.

Principais Lições

  • Um bull market é um período de tempo nos mercados financeiros em que o preço de um ativo ou ação sobe continuamente.
  • A definição comumente aceita de bull market é quando os preços das ações sobem 20% após duas quedas de 20% cada.
  • Os traders empregam uma variedade de estratégias, como buy and hold aumentado e compra no pullback, para lucrar com os bull markets.

Agora que você já sabe o que é bull market e algumas de suas estratégias, continue se aperfeiçoando no mercado financeiro. Com certeza, no longo prazo, você colherá os frutos de suas decisões baseadas na análise e conhecimento.

Quer saber mais sobre o mercado financeiro e outros assuntos empresariais? Acesse nosso blog e mantenha-se informado!

Your compare list

Compare
REMOVER TODOS
COMPARE
0